quinta-feira, 3 de junho de 2010

"Relicagem" da Fender SRV

Artur Menezes trouxe a strato veterana de guerra pra gente fazer o envelhecimento artificial. Deu trabalho, mas foi divertido. Coloquei aí fotos do antes e depois pra vocês verem. O próximo passo é a colocação do escudo vintage white pro visual ficar mais legal ainda.









12 comentários:

Ildejaime Vasconcelos disse...

Essa técnica realmente é muito bacana, mas acho que você escolheu algumas áreas não muito convicentes. O desgaste acima do escudo ficou bastante destacado, enquanto a região onde se apóia o braço direito quase não sofreu desgaste. Tirando esse detalhe o trabalho ficou muito bem feito. Parabéns...

Rafael Gomes disse...

A região onde se apóia o braço tá toda descascada e vc ainda acha pouco????????????

Richel disse...

Olha, gosto é gosto. A guitarra é do cara, e ele faz dela o que quiser. Mas ao ver o quão inteirinha ela estava, e como ficou depois, me doeu na alma...

Gabriel Oliveira disse...

Já experimentou colocar o escudo dentro de café? :P

Pedro de Farias disse...

"Vintage de farmácia", seria o termo pra isso aí.... Mas cada doido com sua mania né...

hehe

Rafael Gomes disse...

Moçada, e olha q o Arturzinho queria destruir muito mais. Ele queria q não sobrasse quase nada do acabamento e eu q segurei a onda dele. Pessoalmente eu acho q guitarra Fender destruída assim fica muito mais bonita, desde q sobre alguma coisa do acabamento pra q se veja qual era a cor da guitarra.

Pedro de Farias disse...

Pois é, ficou massa...

Mas eu não fazia não.

:P

leoangelo disse...

acho que a beleza de um instrumento usado é exatamente o uso.

o resultado do "envelhecimento" ficou massa, mas é meio sem valor, né?

ótimo trabalho, Rafael!

Luciano disse...

Sabe o que eu Acho Rafa...ele podia ter feito outras tecnicas e nao o envelhecimento pra deixar a guitarra dele mais vintage...o fato de saturar o verniz da primeira camada ja seria mais honestos, e umas marcas como de cigarro no headstock...que nem uma guitarra acola que vc conhece. Abraco e grande trabalho chapa!

Anônimo disse...

Eu não faria isso. Entretanto, o trabalho técnico ficou muito convincente. Parabéns!
Rafael CP.

Rafael Gomes disse...

Moçada, eu fiz do jeito q o dono da guitarra pediu pra ser feito. Aliás, ele veio na minha oficina umas 3 vezes pra conferir e me orientar. Por favor, quando mais algum retardado vier fazer algum comentário idiota, lembre-se disso.

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.