terça-feira, 16 de dezembro de 2008

A G&L foi a última empresa do Leo Fender. Antes disso ele havia fundado a Fender (e acabou vendendo-a para a CBS em 1966) e a Music Man (que acabou vendendo para a Ernie Ball). Leo fundou a G&L em sociedade com George Fullerton (daí as iniciais de George e Leo), que era seu parceiro desde os primórdios da Fender Guitars. Leo trabalhou na G&L até o fim da sua vida e até hoje sua sala é mantida na empresa do mesmo jeito que ele a deixou no seu último dia de trabalho.

Essa é uma G&L Comanche com acabamento sparkle prata. É um instrumento raro de se encontrar no Brasil (as G&L são caras). É um instrumento ótimo, mas o que mais me impressionou foi o braço de madeiras, pegada e acabamento simplesmente perfeitos. Os captadores são cerâmicos e sem ruído. O timbre não é exatamente o que você espera de um single clássico, mas é bem agradável de se tocar com drive. A pequena chave de duas posições serve pra misturar o captador da ponte com quaisquer outros. 

O dono a trouxe aqui para troca de cordas e revisão de rotina. 



















4 comentários:

Gualter disse...

Salve Rafael
a primeira vista os caps são bem estranhos.... também não gostei do headstock...
esse acabamento sparkle está muito gliterizado... mas se o som for bom, parabéns ao dono.
Abç

Pedro de Farias disse...

^
^
^
O cara disse tipo: A guitarra é feia "bagarai" mas o som deve ser legal.
hehe


Linda a Guitarra, paquerei foi muito com ela quando o Abraham tava vendendo! hehe

Parabéns ao Dono!

Rafael Gomes disse...

Porra, o cara passa duas horas destruindo o instrumento pra no final torcer q o timbre valha a pena.

hahahhahahahhahahahhahahahhahah

alvenaria cheia de graxa disse...

era minha...